• Rua Cônego Januário Barbosa, 238 Vergueiro
  • 15 3334.3434

Instituto de Oncologia de Sorocaba

Sobre Nós

Concordamos plenamente que é difícil manter a tranqüilidade diante de situações envolvendo o adoecimento próprio, de parentes ou de pessoas queridas. Nós do Instituto de Oncologia de Sorocaba "Dr. Gilson Delgado" não só queremos como temos por missão amparar as pessoas que se encontram neste difícil e delicado momento da vida, ao qual todos estamos sujeitos.

Por meio desta consciência, procuramos minimizar as conseqüências do sofrimento. É nesta linha de conduta que o lema deste instituto – “Ciência, tecnologia e qualidade de vida” – torna-se prática. A Ciência, amparada pela tecnologia, e o nosso auxílio visam melhorar a qualidade de vida nestas circunstâncias.

O Instituto de Oncologia de Sorocaba "Dr. Gilson Delgado" foi concebido a partir de conceitos bem definidos no exterior, particularmente em países europeus. No Brasil, naquela mesma época (1995), somente poucas unidades de atendimento oncológico começavam a se configurar dentro deste mesmo conceito.

Optamos, há quase 20 anos, pelo atendimento clínico exclusivo, não-cirúrgico de pacientes oncológicos, principalmente porque há tempos dispúnhamos de colegas médicos cirurgiões muito competentes para o atendimento cirúrgico.

Todavia, faltava um atendimento que contemplasse não apenas um diagnóstico ou uma prescrição de quimioterapia antineoplásica. Faltava aquilo que faz a diferença:

- Não apenas a prescrição, mas medidas que evitassem os problemas decorrentes das medicações utilizadas;

- Não apenas os médicos disponíveis para o atendimento de eventuais efeitos adversos, mas métodos que pudessem evitar, ao máximo, o surgimento destes eventos adversos;

- Não apenas indicar “alimentação rica em proteínas”, mas, principalmente, evitar que se atingisse o estado de subnutrição e se promovesse a alimentação adequada para prevenir e suportar o tratamento e a doença (e isto só pode ser conseguido com as orientações de uma nutricionista especialista);

- Não apenas indicar “papoterapia” e medicações para depressão, mas, desde o início contemplar as necessidades psicológicas dos pacientes e familiares, e, se necessário, fornecer um profissional competente para tal, uma Psico-Oncologista;

- Não apenas endossar a importância ou indicar um profissional – “de fora” - para ajuda ou apoio (como, por exemplo, acupuntura para alívio da dor e da depressão, psicóloga especializada, nutricionista ou enfermeira especializada em estomas), mas oferecer todos estes profissionais em um mesmo local.

No IOS, cada médico atende e acompanha seu paciente de maneira individualizada. Porém, na eventual ausência deste profissional, todo o corpo médico do IOS estará à disposição. Com isto, elimina-se completamente a possibilidade de que a pessoa que está sob nossos cuidados – seus familiares e/ou acompanhantes – fiquem desamparados. Desta forma, eliminamos o “desespero” pelo qual pacientes e familiares estariam sujeitos. Sempre haverá um médico de plantão, com telefone disponível todos os dias, inclusive nos fins-de-semana, para os contatos necessários.

Quando algum membro do IOS se depara com uma situação mais complexa envolvendo um de seus pacientes, o caso é apresentado à nossa Junta Médica, a qual discutirá e analisará o caso, onde cada médico integrante emitirá seu parecer. Além disso, o IOS possui relações médicas com diversas e renomadas instituições nacionais e internacionais, podendo acionar este intercâmbio a qualquer momento.